quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Escolha sofrer...um pouco!

Olaaaaarrrr pessoal!!! Tudo belezinha?

Bora falar de um assunto polemico?

Antes de começar, peço desculpas pela falta de alguns acentos vergonha, é que o meu computador é daqui do Canada e nao tem alguns acentos como o til por exemplo. Como vcs podem notar, a palavra "polemica" ali em cima nao tem o chapeuzinho. Explicaçoes (til no O) dadas, vambora falar de polemica (chapeuzinho no E) hehe

Eu gostaria de falar um pouco sobre sofrer. E sobre aceitar esse sofrimento. Eu vou usar como exemplo de vivencia a minha mudança de pais, mas é logico que o assunto se encaixa muito bem em qualquer outro aspecto da vida.

Tenho uma pergunta: Vc tem medo de sofrer? Logico né, quem nao tem!
Eu tenho também!
Mas porque a gente nao deveria ter?

Quando eu cheguei no Canada, eu sofri muito, mas sofri mesmo, igual uma condenada! Nao escondo e nem me envergonho de falar sobre isso com ninguém. Dei varios pitis, chorei, me questionei sobre as minhas escolhas vaaaaaaarias vezes, e cheguei a pensar em voltar pro Brasil. Sim, a gente pensa sim em voltar. Tudo isso porque? Duas palavras chave: Mudança e zona de conforto.

No Brasil eu estava "confortavel". É logico que estamos carecas de saber de todos os problemas que existem no Brasil, mas eu estava confortavel bem sentadinha na minha zona de conforto. Tinha um bom emprego como funcionaria publica, tinha uma vida legal: passeava, viajava, tinha os meus amigos e familia por perto, ou seja, nao tinha nada que eu nao dominasse na minha vida. Tinha os problemas é claro, mas eu estava "de boas".

Mas entao veio a mudança, no meu caso a mudança de pais. E ai eu perdi tudo pra recomeçar do zero. A gente se prepara, estuda e pesquisa sobre a tal da mudança mas meus caros a ma noticia é que a gente so sabe mesmo como vai ser na hora do "vamos ver".

Em todo processo de mudança nos temos fases que no coaching nos chamamos de pré-contemplaçao (sabemos da mudança, queremos essa mudança mas ainda nao estabelecemos uma estratégia para tal), contemplaçao (quando a mudança de fato começa e entao passamos a enxergar tudo isso de forma mais real), preparaçao (ja temos a estratégia e ja sabemos o que precisa ser feito), açao (é quando começamos a colocar tudo em pratica e é aqui que o sofrimento começa..ai papai.. foi nessa fase que eu quis voltar pro Brasil) e finalmente a manutençao (quando começamos a ver os resultados e quando a mudança ja foi totalmente feita e vc se habituou com tudo isso).

Perceberam como leva tempo? Caros amigos eu tenho uma noticia pra vcs: durante todo o processo de mudança, sabe qual é a unica parte que fica legal? A parte da manutençao. Nao posso mentir pra vcs, todo o processo é sofrido, nao é facil sair da zona de conforto e mudar. E so vale a pena no final. Mas vcs repararam que a parte legal vem logo depois da açao, a parte mais hard core, a parte sofrida? Entao, perceberam?

Ahhh Fabiana, eu nao quero passar por isso nao!! Eu hein!!!
Calma gente, tudo na vida tem dois lados e o lado bom de tudo isso é que o resultado da mudança vai durar muito mais do que todo o processo. O processo é sofrido, mas depois acaba e os resultados? Sao para sempre!

Por isso que eu digo, nao tenha medo de sofrer em nome de algo que vc busca. Sofrimento assusta, mas te faz crescer e amadurecer como nunca. É o preço que se paga por algo muito bom na sua vida. Vc se torna mais forte e capaz de enfrentar qualquer coisa. É igual musculaçao, vc começa pegando um peso leve e no começo vc mal consegue andar de tanta dor no corpo no dia seguinte. Porém depois com o tempo o seu corpo se acostuma tanto que vc nem sente mais nada (eu nao sei se o exemplo da musculaçao foi bom porque eu por exemplo nunca experimentei nao ter dor depois da musculaçao porque eu nao faço exercicios nunca hehe. Mas acho que vcs entenderam o recado)

Por isso a dica que eu (um ser humano que ja "sofreu" um tiquinho por causa das mudanças que escolheu) pode dar é: Encarem de braços aberto esse sofrimento se ele é em nome de algo maior que vc busca pra vc. Foca nos resultados e pensa nas razoes que levaram vc a querer mudar la na fase da pré-contemplaçao. Pense positivo e pegue leve com vc. Se permita dar uns gritos, colocar pra fora o que estiver sentindo durante o todo o processo, mas logo em seguida enxugue as lagrimas, penteie os cabelos, escove os dentes e continue em frente.

Chega um dia que vc simplesmente se da conta que a mudança aconteceu e vc se tornou/conseguiu aquilo que buscava e olha... é muito boa a sensaçao, vai por mim.

Era esse o recado pessoal! Espero que tenham gostado. Nem foi tao polemico assim né? So falei pra vcs que sofrer é ruim mas é legal depois hahaha

Fico por aqui, obrigado aos que leram! Até a proxima!





Um comentário:

  1. Você disse tudo, dói? Doi. É difícil? Muito! Vale a pena? Demais!!!
    Que continuemos assim, sempre enxugando as lágrimas, penteando o cabelo e voltando para a “batalha”. =)

    ResponderExcluir